CINE SESC

6 a 9 de Maio – CineSesc Max Ophüls

De 6 a 9 de Maio, o Sesc traz uma seleção de filmes do alemão Max Ophüls (1902-1957), consagrado cineasta com formação teatral e que utilizou as câmeras para delinear o perfil feminino, o luxo e as contradições da vida contemporânea. Ophüls despertou o interesse de críticos e influenciou cineastas de todo o mundo, como Roberto Rossellini, Stanley Kubrick, François Truffaut, Vincent Minelli, Federico Fellini, dentre outros.

Serão exibidos os filmes:

06/05 - Carta de uma desconhecida, 86'
Um dos mais belos romances da história do cinema, Carta de uma Desconhecida é uma das obras-primas do mestre Max Ophüls. Nesta edição, esse clássico é apresentado em versão restaurada e remasterizada. Viena, início do século XX. O famoso pianista Stephan Brand se hospeda num hotel, onde recebe uma carta de uma mulher desconhecida. Ao lê-la, relembra de Lisa (Joan Fontaine em grande momento), uma mulher com quem viveu uma linda e tumultuada história de amor. Ao som de Liszt, Wagner e Mozart, Max Ophüls realizou, com sua sofisticação característica, um melodrama inesquecível. Baseado no romance de Stefan Zweig.

07/05 - Na teia do destino, 80'
Na Teia do Destino é uma obra-prima do cinema noir, dirigida pelo mestre Max Ophüls e estrelada por James Mason (Nasce uma Estrela) e pela femme fatale Joan Bennet (Quatro Mulheres). Após encontrar o corpo do amante da filha, Lucia o esconde, por pensar que isto irá prejudicar sua família. Mas o amigo e parceiro do morto, Martin, logo se aproxima dela para chantageá-la e a segurança que Lucia sentia logo começa a desmoronar. Em sua última obra nos Estados Unidos, Ophüls mescla, com brilhantismo, o suspense e o melodrama. Em 2001, a história de Na Teia do Destino foi refilmada no elogiado Até o Fim, com Tilda Swinton.

08/05 - Desejos Proibidos, 97'
Essa interessante história trazida para o cinema em 1953 gira ao redor de um par de brincos dados a uma mulher pelo seu marido, o qual ela se vê obrigada a vender para pagar as suas dívidas. Por sua vez, o marido compra-os de novo e através da sua amante, os brincos vão parar na mão de um diplomata, por quem esta se apaixona. O destino final dos brincos fecha o círculo desta história passada em 1880, na qual a superficialidade e a instabilidade das paixões são brilhantemente descrita.

09/05 - Lola Montès, 115'
Acompanhe a história de Lola Montès (1821-1861), uma dançarina e cortesã do século XIX que ficou célebre por romances escandalosos com o compositor Franz Liszt e com o Rei Ludwig I da Baviera. Dirigido genialmente por Ophüls, Lola Montès é um melodrama histórico de impressionante beleza visual. O filme foi considerado uma obra-prima absoluta por críticos e cineastas de todo o mundo, como Jean Cocteau, Roberto Rossellini, Stanley Kubrick e François Truffaut.

Local: Teatro Sesc Joinville
Horário: 19h30
Classificação etária: 14 anos
Entrada Livre


10/05/2014 – Sábado
Estreia – O Sequestro de Malick – Curta metragem de Fábio Porto – Joinville (SC)
 


Daniel tem 35 anos e é um agente financeiro de um laboratório farmacêutico. Ele acorda preso a uma cadeira com soro em seu braço e um homem a sua frente. O homem não quer recompensa pelo seu seqüestro, ele apenas quer todas as informações que Daniel dispõe para realizar transferências do banco da empresa onde Daniel trabalha. Daniel se sente acuado e libera as informações sem perceber a real intenção do seu algoz.

Local: Teatro Sesc Joinville
Horário: 19h30
Classificação etária: 14 anos
Entrada Livre

11/05/2014 – Domingo
Dandô – Circuito de Música Dércio Marques – Kátya Teixeira – São Paulo (SP)

Idealizado pela cantora, compositora e pesquisadora de raízes musicais Kátya Teixeira, “Dandô – Circuito de Música Dércio Marques” é um projeto que busca realizar uma interação musical por todo o país, por meio do intercâmbio entre artistas de diferentes regiões, mostrar as diversas sonoridades regionais e gerar também novas plateias.

Canção dos Ipês/Canto dos IpêsO projeto envolve artistas que têm seu trabalho reconhecido junto ao público, mas que, através do projeto, podem obter uma melhor projeção no panorama nacional. Cada artista terá oportunidade de se apresentar em todos os pontos do circuito, que abrange cidades de vários Estados brasileiros. A ideia é que essa caravana seja contínua e, ao fim de cada grupo de artistas que se apresentar pelos pontos promova um novo grupo.

O Sesc, em parceria com a Crioula Brasil Produções, inclui a cidade de Joinville neste circuito e receberá, até o fim do ano, cinco apresentações musicais, conforme cronograma abaixo:

11/05 - Kátya Teixeira - São Paulo/SP
15/06 - Valdir Verona - Caxias do Sul/RS
10/08 - Ana Paula da Silva – Joinville/SC
19/10 - Giancarlo Borba - Terra de Areia/RS
07/12 - Amauri Falabella - Guarulhos/SP

Kátya Teixeira

Cantora e compositora paulistana, também é pesquisadora da cultura popular brasileira e traz em seu trabalho musical o resultado de suas andanças pelo Brasil, garimpando saberes e sonoridades que incorpora a sua musicalidade, fazendo reverência aos mestres populares e as manifestações culturais autênticas do nosso país.
Com 4 cd´s gravados e inúmeras participações em cds e shows de artistas consagrados da Música Popular Brasileira, Kátya Teixeira foi indicada pela segunda vez ao Prêmio da Música Brasileira, em sua 23º edição, concorrendo como melhor cantora regional e Troféu Catavento 2012 de Solano Ribeiro – Rádio Cultura/SP. A compositora se prepara agora para lançar seu quarto cd, 2Mares, com temas tradicionais da cultura luso-brasileira, em parceria com o cantador mineiro Luiz Salgado. Este cd está pré-selecionado ao 25º Prêmio da Música Brasileira 2014. 
Neste ano,  Kátya comemora 20 anos de carreira.