quarta-feira, 30 de julho de 2014

Divulgação: Pós-Graduação - Desconto especial para Egresso


Divulgação

CineSesc, Duo Atîaia, lançamento do CD “Soprando Baixo” de Arnou de Mello e Gledison Zabote, músico vencedor do Grammy Latino 2014 Fabio Torres e Leitura Dramática que discute os 50 anos do golpe civil-militar no Brasil, esta semana, no Teatro do Sesc em Joinville

29/07 - CineSesc Programadora Brasil - O olho mágico do amor (Ícaro Martins e José Antonio Garcia), 84’ - 18 anos

Garota de 17 anos se encanta pela vida de uma prostituta. Ela a espiona por um buraco na parede que divide o escritório em que trabalha e um quarto de hotel. Mergulhada em seu ato de voyeurismo, a jovem passa a chegar cada vez mais tarde em casa, rompendo aos poucos os laços com seu maçante cotidiano. Prêmio de Melhor Atriz Coadjuvante para Carla Camuratti, no Festival do Cinema Brasileiro de Gramado, 1982.

19h30 | Teatro do Sesc | Gratuito


30/07 - CineSesc - Histórias que só existem quando lembradas (Julia Murat), 98' - 10 anos

Como todos os dias, Madalena faz pão para o armazém do Antônio. Como todos os dias ela atravessa o trilho, onde o trem já não passa há anos, limpa o portão do cemitério trancado, ouve o sermão do padre e almoça junto com os outros velhos habitantes da cidade. Madalena é acordada por Rita, uma jovem fotógrafa que chega na cidade fantasma de Jotuomba, onde o tempo parece ter parado.

19h30 | Teatro do Sesc | Gratuito


31/07 - Duo Atiaîa - Judson Teixeira e Junior Gonçalves - Joinville (SC) - Livre

O Duo Aitiaîa é uma parceria que surgiu a partir do interesse comum dos músicos Judson Teixeira e Junior Gonçalves pela Música Instrumental Brasileira. Atiaîa em Tupi significa “que reflete luminosidade”, sendo essa a proposta das atmosferas sonoras: levar “luz” e sensações ao público por meio de uma leitura para guitarra de standards de jazz e dos principais sucessos universais da música intrumental.

20h | Teatro do Sesc | Gratuito - distribuição dos ingressos a partir das 19h, na bilheteria do Teatro


01/08 - Lançamento do CD "Soprando Baixo" - Arnou de Melo e Gledison Zabote - Itajaí/Joinville (SC) - Livre

O duo composto pelos músicos Arnou de Melo e Gledison Zabote apresenta um espetáculo intimista de música instrumental, com uma formação um tanto inusitada: saxofone e contrabaixo. Com uma proposta mais camerística, o concerto “Soprando Baixo” traz no repertório o trabalho autoral dos dois músicos, mesclado com composições de grandes nomes da música popular brasileira e do jazz, com arranjos inéditos e adaptados para a formação.  Esta apresentação marca o lançamento do CD do duo, que vem se apresentando há alguns anos não só no estado mas também no Brasil e no exterior.

20h | Teatro do Sesc | Gratuito - distribuição dos ingressos a partir das 19h, na bilheteria do Teatro


02/08 – Cadu Floriani apresenta Fabio Torres e músicos convidados – São Paulo (SP) - Livre

Numa parceria com o músico e produtor Cadu Floriani, o Sesc em Joinville recebe o pianista, compositor e multi-instrumentista Fábio Torres, integrante do Trio Corrente, que recentemente ganhou o Grammy Latino 2014 de melhor disco de Jazz Latino com o álbum "Song for Maura", gravado em parceria com o saxofonista Paquito D'Rivera. O show contará com a presença dos músicos locais Alex Reimann, Michel Falcão, Judson Teixeira, Gledison Zabote e Cadu Floriani.

20h | Teatro do Sesc | Gratuito - distribuição dos ingressos a partir das 19h, na bilheteria do Teatro


03/08 - Dramaturgia: Leituras em Cena - 50 anos do golpe militar no Brasil - Arena Conta Zumbi - leitura dramática do texto de Augusto Boal e Gianfrancesco Guarnieri pelo Grupo de Teatro Canto do Povo - Joinville (SC) - 14 anos

O Sesc em Joinville recebe o Grupo de Teatro canto do Povo para apresentar o resultado da oficina do projeto Dramaturgia: Leituras em Cena, que este ano contou com a assessoria do ator, diretor e dramaturgo Pedro Benaton, do Erro Grupo de Florianópolis. Abordando a temática “50 anos do golpe militar no Brasil”, O Canto do Povo apresentará a leitura dramática de “Arena Conta Zumbi”, texto clássico de Augusto Boal e Gianfrancesco Guarnieri. O texto altera a estrutura tradicional do gênero dramático, com suporte em uma proposta épica e crítica. Trata-se de colocar em cena um episódio complexo da história brasileira: a luta dos quilombolas de Palmares e sua resistência ao jugo português. Mas o Arena enfrenta dificuldades materiais: o palco e espaço cênico são pequenos e o elenco é reduzido. Escolhidos o tema, os locais de ação e as principais personagens, a criação cênica toma o aspecto de uma narrativa dramatizada, com oito atores representando todas as personagens, revezando-se no desempenho das pequenas cenas focadas sobre os pontos fortes da trama, deixando a um ator coringa a função de fazer as interligações entre os fatos, pessoas e processos, como um professor de história organizando uma aula e expondo seu ponto de vista sobre os acontecimentos. O emprego da música ajuda as passagens de cena, acrescentando tons líricos ou exortativos de grande efeito.

20h | Teatro do Sesc | Gratuito - distribuição dos ingressos a partir das 19h, na bilheteria do Teatro


DIVULGUEM E PRESTIGIEM!

À disposição,

Alex Maciel FernandesTécnico de Atividade | Cultura
Unidade Sesc em Joinville
(47) 3441-3305 | sesc-sc.com.br

segunda-feira, 28 de julho de 2014

LISTA DE RESUMOS APROVADOS PARA O 5° SEMINÁRIO DE PESQUISA EM LINGUAGENS, LEITURA E CULTURA

  • O Teatro e a Mediação Artística Cultural - Adalgyza da Costa e Carla Carvalho
  • A Formação do Contador de Histórias - Ângela Barcellos Café e Luciana Hartmann
  • As Vozes de Lá e Cá: A Contação de História e a Pluralidade de Linguagens - Carolina Reichert e Sônia Regina Biscaia Veiga
  • Diálogos e Leituras entre Linguagens: Uma Experiência pela Arte - Aline Amaral de Freitas e Carla Carvalho
  • Projeto ContArte: contar histórias e formar leitores - Cleide Jussara Muller Pareja
  • A Formação de Leitores e o Texto Dramático: Suassuna e a reinvenção do imaginário coletivo - Cleide Jussara Muller Pareja e Rafael Moura de Morais
  • A importância da biblioteca no contexto escolar - Cristiane Denise Becker
  • Um Baú de Histórias na Educação Física Infantil - Elaine Santos Corrêa
  • Um Livro-Encontro de Contação de Histórias - Fábio Henrique Nunes Medeiros e Taiza Mara Rauen Moraes
  • Reinventando o mundo por meio da contação de histórias e da mediação de leituras - Joana Dark Leite e Marco Aurélio Fernandes Neves
  • Todo mundo conta historias... - Liliane Alves da Silva, Adriana da Costa e Marilei Maria da Silva
  • Experiência formativa no estágio em Educação Infantil a partir de práticas cênico-literárias de alunas do Curso de Pedagogia da UFSC - Nina Bernal Balconi, Andréa de Vargas Rodrigues e Simone Cintra
  • A Contação de Lendas no Viés do Encantamento, Memória e Valores Sociais - Paulo Santos da Silva
  • Grupo Cênico-Literário Contarolando: a prática de ler, contar e ouvir histórias e a formação artístico-cultural de crianças e de futuras professoras - Simone Cintra e Eliane Debus
  • O Idoso: O Contador de Histórias - Carine Rossane Piassetta Xavier e Tereza Franzoni
  • Quais Práticas e Quais Sentidos? Narrativas e Reflexões Sobre a Prática dos Contadores de Histórias - Simone R. B. André
  • Bartolomeu em Tempo de Voo: uma proposta de criação dramatúrgica a partir da obra de Bartolomeu Campos Queirós - Angela Emília Finardi
  • O Grupo Escolar Conselheiro Mafra: Representações Sociais sobre o Patrimônio Cultural Escolar - Cibele Piva Ferrari e Celso João Carminati
  • A Tinta Contra o Muro: A Pichação na Era Comunicacional - Bruno Strohmeyer Marques e Ilanil Coelho
  • Lugares Patrimonializados: Um Olhar Sensível - Liliane Jacinto Zerger e Mara Falcão Palhares Barbosa
  • A Experiência da migração como meio para entender o sujeito moderno - Luci Schmoeller
  • Sobre flores e Sambaquis - Mônica Pessoa, Nicole Louise e Sandra Pereira
  • Representações da escravidão do Brasil no Museu Internacional da Escravidão em Liverpool - Sandra Paschoal Leite de Camargo Guedes e Daniela Pereira

sexta-feira, 25 de julho de 2014

Divulgação: Espetáculo

Venha prestigiar o espetáculo.
Abismo Teatro de Grupo
Apresenta
 Quem roubou o meu futuro?
Um grupo de jovens decide fazer teatro e tem um grande dilema. Sobre o que falar? Sylvia Orthof é nossa inspiração. Partindo do texto Quem roubou o meu futuro? o Abismo Teatro de Grupo traz para a cena as inquietações da juventude atual – o que ser, o que fazer, para onde ir – e questiona o presente. A voz é alta. O Abismo assume seu papel de agente transformador da sociedade.


Quem
 roubou o meu futuro?
Texto:Sylvia Orthof, liberado pela Abramus
Direção: CristovãoPetry
Atuação:Isadora Dourado, João França, Letícia Helena e Marcos Vicente
Preparação vocal e musical:Lausivan Corrêa
Música Tô Triste (Silvio Mansani)
Poemas: Toda Tribo (Ricardo Corona), Trechos de Mulher em Gestação (Luís Augusto Cassas) e trecho de Palavra aos Homens (Delermando Vieira Sobrinho)
Figurino e Cenário:Regina Amato e o grupo
Material Gráfico:Coletivo Metranca
Assessoria de imprensa: Emanuelle Carvalho
Produção:Petry Produções Ltda.
Apoio: Amorabi
 
Duração: 50min
Indicação: Livre
Ingressos: R$ 20,00 (meia para estudantes, idosos, professores e ajoteiros)
Retirada dos ingressos 1h antes na bilheteria do teatro nos dias das apresentações. Reservascristovaopetry@gmail.com – facebook/abismoteatrodegrupo
02 e 03, 16 e 17 de agosto de 2014 (sábados e domingos) – 20h
Galpão de Teatro da Ajote (Cidadela Cultural Antarctica
Rua XV de Novembro, 1383

 

Últimas vagas para o curso de LIBRAS 2º semestre, nível I

Se for do seu interesse, leia as informações abaixo.

LIBRAS nível I (iniciante)
Data de início: 29/07/2014 (Todas as terças-feiras das 19:00H às
21:15H.)
Data de término: 09/12/2014
Investimento: 5 parcelas de 60 reais ou parcela única de 250 reais.
(Neste valor já está incluso o material.)

Mais informações pelo tel 3422-5054 ou 9945-4969.

sexta-feira, 18 de julho de 2014

Consulta Pública para construção do Sistema Estadual de Cultura

ABERTA A CONSULTA PÚBLICA PARA CONSTRUÇÃO DO SISTEMA ESTADUAL DE CULTURA.

A Secretaria de Estado de Turismo, Cultura e Esporte (SOL), convida a todos para contribuir com a consulta pública da minuta de lei que institui o Sistema Estadual de Cultura. A consulta estará aberta no período de 14 a 28 de julho de 2014.

O Sistema Estadual de Cultura é uma articulação entre Estado e sociedade, para institucionalizar e fortalecer a gestão pública da cultura. O Sistema articula-se com os componentes institucionais necessários para o alinhamento com o Sistema Nacional de Cultura – instâncias de articulação, pactuação e deliberação; instrumentos de gestão e sistemas setoriais – representando um novo modelo de gestão da cultura baseado em diretrizes comuns e compartilhamento de recursos e metas entre os entes federados, visando maior racionalidade, efetividade e continuidade das políticas públicas.
A minuta de projeto de lei já recebeu uma primeira contribuição no Conselho Estadual de Cultura e agora está aberta à consulta da sociedade para novas contribuições, devendo retornar ao Conselho para validação e posterior tramitação no Executivo e Legislativo. 

Sugerimos que seja realizada uma leitura completa da proposta de Minuta antes do preenchimento do formulário; ambos estarão disponíveis através de um link no site da SOL (http://sol.sc.gov.br/) partir das 14h do dia 14 de julho de 2014.

Agradecemos sua valiosa contribuição!

Gerência de Politicas de Cultura
Secretaria de Estado de Turismo, Cultura e Esporte
Fone: 48 - 3665-7430 / 3665-7453
Rua Eduardo Gonçalves D'Ávila, 303 - Bairro Itacorubi
CEP 88034-496 - Florianópolis-SC

sexta-feira, 4 de julho de 2014

Prorrogação da data de submissão dos resumos para o 5º Seminário de Pesquisa em Linguagens, Leitura e Cultura

ATENÇÃO: a data de submissão dos resumos para o  5º Seminário de Pesquisa em Linguagens, Leitura e Cultura foi prorrogada  para dia 13/07/2014, e a de divulgação dos resultados, para dia 28/07/2014.

Atenciosamente, 

Equipe PROLER Joinville

Arquivo do blog