quinta-feira, 22 de dezembro de 2016

ANAIS 7º SEMINÁRIO DE PESQUISA EM LINGUAGENS, LEITURA E CULTURA EM DIÁLOGO

Confira aqui os anais do 7º Seminário de Pesquisa em Linguagens, Leitura e Cultura em Diálogo - I Semana de Letras, 22º Encontro do Proler Joinville


Para visualizar os Anais do Proler 2016 Clique aqui!

terça-feira, 13 de dezembro de 2016

 Abertura da exposição "Fotografias de Rua", resultado da oficina "Fotografia de Rua Subjetiva" que aconteceu nesse fim de semana  na AAPLAJ. A abertura será dia 14 de dezembro às 19:30 no Galpão da AAPLAJ, na cidadela Cultural Antártica. 


segunda-feira, 5 de dezembro de 2016

Resumo da oficina: Oficina teórico/prática sobre a fotografia de rua e seus desdobramentos plásticos e artísticos. Quase tão antiga quanto a própria mídia fotográfica a fotografia de rua começa a se destacar a partir do século XX, sobretudo nas mãos de Charles Nègre, pintor francês que adota a fotografia como auxiliar a sua atividade artística definindo as primeiras características do que se fundamentaria como o gênero fotografia de rua. O método se espalha pelo mundo sendo amplamente utilizado por fotógrafos da Europa e Estados Unidos e se abrindo a novas experimentações ao longo dos séculos. A oficina tem o objetivo de proporcionar um repertório imagético e teórico, bem como possibilitar experiências práticas sobre o tema. 

A oficina é gratuita para os associados da AAPLAJ que apenas devem enviar e-mail com os dados pessoais solicitando a inscrição.
Dúvidas e informações (47) 99196 3382


Estreia e curta temporada da peça Vozes de Abrigo.

Texto e direção:  Fábio Nunes Medeiros
Música: André de Souza

Por meio de imersões literárias, com o engajamento da direção da unidade, detentos voluntariamente inscritos têm tomado parte de dinâmicas que os levam a criar histórias. É o projeto “OFICINA LITERÁRIA”, que já ensejou na publicação da obra CONTOS TIRADOS DE MIM: a literatura no cárcere. Agora, seguindo nesse caminho, será lançado o CONTOS TIRADOS DE MIM: a literatura no cárcere Vol.2. A educação, baseada na ética, é a chave para a evolução civilizatória e para o Estado Democrático de Direito respeitador das garantias fundamentais. A literatura é fator condicionante, talvez imprescindível, dessa educação. Esse é o fundamento do projeto da OFICINA LITERÁRIA, que com a literatura contribui para um mundo mais próximo da não violência.

João Marcos Buch
Juiz de Direito


Arquivo do blog