segunda-feira, 9 de dezembro de 2013

PLANO MUNICIPAL DO LIVRO, LEITURA E LITERATURA PMLLL - JOINVILLE

PRINCÍPIOS NORTEADORES

O Plano Municipal do Livro, Leitura e Literatura - PMLLL de Joinville tem por base o diagnóstico realizado pelo Plano Nacional do Livro e Leitura (PNLL), que aponta dados insuficientes em escala para indicar fatores qualitativos e quantitativos para a determinação de uma sociedade leitora.
O PNLL demarca como fatores qualitativos para subsidiar uma sociedade leitora: 1) o lugar livro no imaginário coletivo; 2) formação de leitores associada às famílias; 3) escolas comprometidas com a leitura do cultural, e como fatores quantitativos: 1) ampliação do acesso ao livro em bibliotecas, livrarias e espaços comunitários de leitura; 2) preço do livro acessível. Portanto, a otimização desses cinco fatores norteadores do PNLL no município de Joinville é determinante para que a cidade se identifique com um perfil de cidade leitora.
Em Joinville, no dia 11 de junho de 2010, foi promulgada a Lei no 6.705, que implantou o Sistema Municipal de Cultura de Joinville, objetivando integrar os órgãos, programas e ações culturais do Governo Municipal e instituições parceiras, e consolidar um sistema público municipal de gestão cultural, com ampla participação da sociedade e garantia de transparência nas ações públicas, mantendo-se a plena autonomia e especificidade de cada partícipe. O SMC tem como objetivo, também, integrar-se ao Sistema Estadual e ao Sistema Nacional de Cultura (Lei nº 12.343, de 2 de dezembro de 2010), permitindo maior integração às políticas das três esferas de Governo[1].
            A criação do Sistema Municipal de Cultura de Joinville viabilizou a implantação do Programa Cidade dos Livros que propõe um pacto entre Conselho de Políticas Culturais, Fundação Cultural, Secretaria de Educação, Confraria do Escritor, Comitê PROLER Joinville/FBN/MinC, PROLIJ, SESC, universidades, envolvendo na sua redação e implementação professores, escritores, bibliotecários, livreiros e editores, conforme prevê o Plano Nacional do Livro e Leitura(PNLL) com a finalidade de operar transformações culturais e educacionais no município. Portanto, é fundamental concretizar os eixos e linhas de ação do PNLL por meio do PMLLL.
Joinville apresenta índices de leitura em relação ao livro e à literatura, similares ao contexto brasileiro conforme os dados da pesquisa Retratos da Leitura no Brasil 3[2], portanto, se faz necessário uma política focada na superação dessa realidade. O desafio, segundo Pansa (2012) na apresentação “Fazer do Brasil um país de leitores é o nosso desafio”[3] é inverter, por intermédio da educação e da leitura, a classificação do Brasil quanto à educação e ao desenvolvimento humano em relação aos outros países, pois há uma dissintonia entre os índices econômicos e humanos. No entanto, em 2011 duas escolas municipais ganharam o Prêmio Educador Elpídio Barbosa, do Conselho Estadual de Educação. A Escola Municipal Adolpho Bartsch, pelo desempenho no IDEB (Índice de Desenvolvimento da Educação Básica), séries iniciais, com a nota 7,9 e a  Escola Municipal Pastor Hans Muller, séries finais, com nota 6,6. Os diretores ao serem entrevistados pelo Jornal Escola Aberta – Secretaria da Educação de SC – setembro de 2012 sinalizaram a força da  leitura. O Prof Fábio de Almeida Doin, diretor Escola Municipal Adolpho Bartsch, afirmou: “Temos projetos de leitura permanentes, parceria com empresas privadas comprometidas com a educação de qualidade e, o mais importante: acompanhamento constante em sala de aula”.
Os princípios norteadores do PNLL (2006-2011) serão seguidos no PMLLL para sustentar as ações de fomento do livro, da leitura e da literatura:
- Práticas sociais – A leitura e a escrita compreendidas como práticas sociais e culturais, expressão da multiplicidade de visões de mundo, esforço de interpretação que se reporta a amplos contextos;
- Cidadania - A leitura e a escrita constituem forças fundamentais para a construção de sociedades democráticas, baseadas na diversidade, na pluralidade e no exercício da cidadania;
- Diversidade cultural - A leitura e a escrita são, na contemporaneidade, instrumentos decisivos para que as pessoas possam desenvolver de maneira plena seu potencial humano e fortalecer a capacidade de expressão da diversidade favorecendo o intercâmbio cultural; são requisitos indispensáveis para o desenvolvimento social e econômico.
- Construção de sentidos – A concepção de leitura vai muito além dos códigos da escrita e da capacidade de decifrar caracteres. É um processo complexo de compreender e produzir sentidos, sujeito a variáveis de ordem social, psicológica, fisiológica e linguística, entre outras.
- O verbal e o não verbal – Ao reafirmar a importância da palavra escrita, não se desconsidera a validade de outros códigos e linguagens, das tradições orais e das novas textualidades que surgem com as tecnologias digitais.
- Tecnologias e informação – A prática leitora perpassada pelas tecnologias de informação e comunicação
- Biblioteca como dínamo cultural – A biblioteca como um pólo difusor de informações e cultura, como centro de educação continuada e núcleo de lazer e entretenimento, estimulando a criação e a fruição de diversos bens artístico-culturais
- Literatura – Considerar as funções essenciais da literatura, entendendo-a como ficção, que afeta o consciente e o inconsciente dos leitores de maneira complexa e dialética, em oposição ao caráter pedagógico e doutrinador de outros textos.
- EJA – O impacto do PNLL sobre a Educação de Jovens e Adultos (EJA) deve ser objeto de especial atenção no que toca às políticas e ações de promoção da leitura.
- Necessidades especiais – Garantir que as pessoas com deficiência tenham acesso a livros e a outros materiais de leitura, buscando apoiar a publicação das obras disponíveis no mercado em libras e Braille
 - Meios educativos – Fomentar a produção de livros, periódicos e outros materiais de leitura e escrita nos blogs, sites e revistas, entre outros, de forma a assegurar o acesso a bens culturais produzidos em diferentes linguagens e suportes e sobre os mais variados temas ou contextos culturais, para todos os leitores
- Autores locais e o mercado – Estimular a produção e distribuição nos mercados local, regional e nacional. Apoiar a produção de livros e outros suportes em quantidades e preços compatíveis com a capacidade de consumo da população, buscando permanentemente o equilíbrio entre o econômico, o direito de cidadania e a dimensão simbólica do livro.
- Cadeia produtiva – Garantir o direito ao acesso à leitura e, ao mesmo tempo, apoiar o funcionamento da cadeia produtiva do livro em nível local
- Avaliação contínua – Criação de mecanismos de avaliação para o cumprimento das metas e execução dos programas e ações em curso, permitindo ajustes e atualizações no processo.


OBJETIVOS E METAS DO PMLLL

O objetivo central do PMLLL é o de assegurar e democratizar o acesso à leitura e ao livro, com base na compreensão de que a leitura e a escrita são instrumentos indispensáveis para que o ser humano possa desenvolver sua capacidade crítica e criadora. Há a convicção de que somente assim é possível que, na sociedade da informação e do conhecimento, ele exerça de maneira integral seus direitos, participe efetivamente dessa sociedade, melhore seu nível educativo, fortaleça os valores democráticos, seja criativo, conheça os valores e modos de pensar de outras pessoas e culturas e tenha acesso às formas mais verticais do conhecimento e à herança cultural da humanidade. Busca-se criar condições necessárias e apontar diretrizes para a execução de políticas, programas, projetos e ações continuadas por parte do Estado em suas diferentes esferas de governo e também por parte das múltiplas organizações da sociedade civil, lastreada em uma visão republicana de promoção da cidadania e inclusão social e segundo estratégias gerais para o desenvolvimento social e de construção de um projeto de Nação que suponha uma organização social mais justa.
O Plano Municipal de Cultura de Joinville – PMC- Joinville[4], promulgado por Lei ordinária nº 7258/2012 e elaborado pelo Conselho Municipal de Política Cultural, com bases nas ações deliberadas pelas três edições da Conferência Municipal de Cultura – 2007, 2009 e 2011-em atendimento ao art. 13 da Lei nº 6.705, de 11 de junho de 2010, que criou o Sistema Municipal de Cultura de Joinville – SMC-Jlle, prevê efetivar o Plano da Literatura, Livro e Leitura compreendendo  ações de curto e médio  prazos:
·         Implementar política de difusão da literatura local em âmbito estadual, nacional e internacional, articulando-se como outras iniciativas como Comitê PROLER- Joinville, núcleo do Programa Nacional de Incentivo à Leitura, Programa Institucional de Incentivo à Leitura PROLER/UNIVILLE , PROLIJ – UNIVILLE - Programa Institucional de Literatura Infantil Juvenil, Confraria do Escritor, Programa Joinville Cidade dos Livros, Agentes de Leitura, espaços de comercialização em livrarias, catálogos de escritores, Feira do Livro e de programas de residência artística (curto prazo).
·         Implantar sistema municipal de bibliotecas, integrado em rede, com conceito de midiateca, abrangendo, além de mídias em novos suportes tecnológicos, gibiteca, fanzineteca, brinquedoteca, materiais em braile e audiolivros (curto prazo).
·         Adotar a prática de oficinas de escrita e leitura como atividades complementares ao currículo escolar, considerando a produção de autores locais (curto prazo).
·         Criar na estrutura de cargos da Prefeitura de Joinville, a função de mediador de leitura (com formação no curso Biblioteconomia, atendendo a lei 12.244 DE 24 DE MAIO DE 2010) para atuar em todas as bibliotecas públicas municipais e instituir programa de capacitação permanente para esses profissionais (médio prazo).
·         Implantar novas unidades da Biblioteca Pública Municipal, integradas a espaços de cultura (médio prazo).

Recomendações propostas pelo Fórum Setorial do Livro e Leitura realizado, no dia 28 de maio de 2011 e ajustadas na Pré Conferência  Setorial do Livro, Leitura e Literatura, realizada em 08 de setembro de 2011:
·         À Secretaria de Educação e à Fundação Turística de Joinville: destinar orçamento na Secretaria Municipal de Educação e na Fundação Turística de Joinville para editais que contemplem projetos específicos para a circulação da literatura nas escolas e eventos.
·         Às universidades: implantar curso de sistemas de informação na cidade, dentro das novas diretrizes do setor.
·         Ao CMPC – Jlle: acrescentar o termo “literatura” na modalidade “Livro e Leitura” do SIMDEC.

EIXOS E LINHAS DE AÇÃO DO PMLLL

Eixo 1 - Democratização do acesso
1.1. Implantação das bibliotecas em rede
- Implantar sistema municipal de bibliotecas, integrado em rede, com conceito de midiateca, abrangendo, além de mídias em novos suportes tecnológicos, gibiteca, fanzineteca.
1.2. Fortalecimento da rede atual de bibliotecas
- Implantar novas unidades da Biblioteca Pública Municipal, integradas a espaços de cultura, sustentação dos projetos Arca das Letras e Biblioteca Móvel.
1.3. Conquista de novos espaços de leitura - Criação e apoio a salas de leitura, bibliotecas circulantes e “pontos de leitura” ônibus, Atividades de leitura em parques, centros comerciais, estações de ônibus. Leitura em hospitais, asilos, praças e consultórios pediátricos. Leitura com crianças de rua. Espaços de leitura nos locais de trabalho. 
1.4. Distribuição de livros gratuitos - Programas governamentais para distribuição de livros didáticos e não-didáticos para alunos nas escolas. Projetos de educação para a cidadania com livros (saúde, meio ambiente, trânsito, trabalho, juventude etc.). Distribuição de livros em ações culturais. 1.5. Melhoria do acesso ao livro e a outras formas de expressão da leitura - Feiras do livro de Joinville, co-edições de livros em braile, livros digitais e audiolivros. Projetos editoriais com jornais e revistas. Campanhas de doações de livros.
1.6. Incorporação e uso de tecnologias de informação e comunicação - Formulação e aprimoramento de técnicas que visem a facilitar o acesso à informação e à produção do saber, incluindo capacitação continuada para melhor aproveitamento das tecnologias de informação e comunicação. Produção e desenvolvimento de tecnologias para a preservação de acervos, ampliação e difusão de bens culturais, como livros digitais, informatização de bibliotecas e bibliotecas digitais, entre outros. Instalação de Centros de Leitura Multimídia, voltados para a pesquisa e divulgação, em especial nas áreas da leitura e do livro.

Eixo 2 – Fomento à leitura e à formação de mediadores
2.1. Formação de mediadores de leitura
- Programas de capacitação de educadores, bibliotecários e outros mediadores da leitura. Projetos especiais com universidades e centros de formação de professores. Cursos de formação de professores com estratégia de fomento à leitura e de estudantes que se preparam para o magistério em literatura infanto-juvenil. Ampla utilização dos meios de educação à distância para formação de promotores de leitura em escolas, bibliotecas e comunidades.
2.2. Projetos sociais de leitura - Projetos para fomentar a leitura. Rodas da leitura, atividades de formação do leitor na escola, clubes de leitura. Atividades de leitura em comunidades indígenas. Mediadores de leitura e contadores de histórias, performances poéticas, rodas literárias e murais. Oficinas de criação literária para crianças e jovens. Encontro com autores. Banco de dados de projetos de estímulo à leitura, com avaliação e formatação para sua replicação. Editais de órgãos públicos e empresas estatais para apoiar projetos. Continuidade e fortalecimento do PROLER/FBN e de suas ações. 
2.3. Estudos e fomento à pesquisa nas áreas do livro e da leitura - Diagnósticos sobre a situação da leitura e do livro. Pesquisas sobre hábitos de leitura e consumo de livros. Formação de base de conhecimento sobre experiências inovadoras e bem-sucedidas com leitura. Apoio às pesquisas sobre a história das práticas sociais de leitura, história das livrarias nos núcleos universitários de pesquisa e fora da academia. Programas de financiamento à pesquisa nas áreas do livro e da leitura e a publicação, com apoio de instituições oficiais e/ou
da sociedade, dos resultados dessas pesquisas.
2.4. Sistemas de informação nas áreas de bibliotecas, da bibliografia e do mercado editorial - Estudos e pesquisas para conhecer a realidade das bibliotecas, das editoras, das livrarias e do consumo de livros. Estudos sobre a cadeia produtiva do livro e projetos e programas para a política pública setorial. Levantamento de dados para apurar os números de bibliotecas, livrarias, investimentos no setor editorial, de investimentos das políticas públicas. Portal de projetos, programas, ações e calendário de atividades e eventos da área.
2.5. Prêmios e reconhecimento às ações de incentivo e fomento às práticas
sociais de leitura – Prêmios para experiências inovadoras de promoção da leitura, ações de fomento à leitura desenvolvidas em escola, biblioteca, comunidade e empresas. Prêmios para identificar, reconhecer e valorizar as diferentes práticas sociais de leitura existentes.

Eixo 3 – Valorização da leitura e comunicação

3.1. Ações para criar consciência sobre o valor social do livro e da leitura - Campanhas institucionais de valorização da leitura, do livro, da literatura e das bibliotecas em televisão, rádio, jornal, Internet, revistas, outdoors, cinema e
outras mídias. Encontros e seminários com relatos de experiências de leitura.
3.2. Ações para converter o fomento às práticas sociais da leitura em política de Estado - Formulação de política municipal. Marcos legais (Leis do livro  municipais; decretos e portarias). Realização de fóruns, congressos, seminários e jornadas para propor agendas sobre o livro e a leitura. Pesquisas e estudos sobre políticas públicas do livro, leitura e biblioteca pública. Estruturação da área de formulação, coordenação e execução da política setorial. Criação de fundos e agências para financiamento e fomento à Leitura. Criação de grupos de apoio entre parlamentares e formadores de opinião.
3.3. Publicações impressas e em outras mídias dedicadas à valorização do livro e da leitura - Publicações de cadernos, suplementos especiais, seções, revistas, jornais, portais e sítios na Internet sobre livro, literatura, bibliotecas e leitura. Resenhas em jornais e revistas com lançamentos do mercado editorial. Programas permanentes na televisão e no rádio.
Ações já realizadas: Blog da Biblioteca Pública Municipal, site do Instituto Feira do livro de Joinville, blog do PROLER Joinville, blog das Conferências Municipais de Cultura, site Joinville Literária, site Joinville Cultural (Fundação Cultural de Joinville), site Catarse, site do SESC Joinville, site Portal Joinville e blog Cidade Cultural
Eixo 4 – Apoio à criação e ao consumo dos bens de leitura
4.1. Desenvolvimento da cadeia produtiva do livro - Linhas de financiamento para a edição de livros. Programas governamentais de aquisição que considerem toda a cadeia produtiva e os interesses das práticas sociais de leitura no país. Fóruns sobre políticas do livro e editoriais. Programas de formação para editores, livreiros e outros profissionais do mercado editorial.
4.2. Fomento à distribuição, circulação e consumo de bens de leitura - Políticas para fomentar a abertura de livrarias e apoiar as existentes. Livrarias em praças públicas. Livros em bancas de jornal e hotéis. Programas de formação de livreiros empreendedores. Apoio e financiamento ao setor livreiro. Programas de apoio à abertura de pontos alternativos de venda. Programas de educação continuada aos profissionais de livrarias. Programas de tarifas diferenciadas para transporte e circulação de bens de leitura.
Ações já realizadas: Armazém Cultural Midas, espaço privilegiado para a literatura local.

4.3. Apoio à cadeia criativa do livro – Prêmios e bolsas nas diferentes áreas de criação literária para apoiar os escritores, apoiar a circulação de escritores por escolas, bibliotecas, feiras, novas publicações e trabalhos de traduções, defesa dos direitos autorais. Criação de fóruns de discussão sobre direitos autorais e copyright restritivo e não-restritivo.
4.4. Maior presença no exterior da produção literária, científica e cultural editada – Participação em congressos e programa de residência artística.

Diagnóstico das atividades voltadas ao Livro, Leitura e Literatura no município de Joinville

As interfaces da Fundação Cultural de Joinville ocorrem com a Secretaria da Educação; Comitê Interinstitucional PROLER Joinville/FBN/MinC; Programa Institucional de Incentivo à Leitura/UNIVILLE; Programa Institucional de Literatura Infantil Juvenil  - PROLIJ;SESC Joinville; UNIMED Joinville; Confraria dos Escritores; Biblioteca Pública Municipal Prefeito Rolf Colin. A Secretaria de Educação Municipal no âmbito das bibliotecas e no Programa Cidade dos Livros desenvolve atividades de memória e cultura.

Mapa de ações

1.  Reforma da Biblioteca Pública Municipal Prefeito Rolf Colin (...)
2.  Feira do Livro de Joinville (Lei Rouanet)
3.  Mostra de Leitura do PROLER Joinville: 1999 – atual (UNIVILLE)

1999
Exposição
2000
Exposição
2001
630 pessoas
2002
500 pessoas
2003
932 pessoas
2004
820 pessoas
2005
900 pessoas
2006
550 pessoas
2007
480 pessoas
2008
450 pessoas
2009
110 pessoas
2010
100 pessoas
2011
234 pessoas
2012
1500 pessoas                                           


4.  Projeto Sacola/Mala da Leitura – Atualmente há 79 Unidades Escolares da Rede Municipal de Ensino que desenvolvem o projeto, sendo que há aproximadamente 200 Sacolas Literárias circulando nas comunidades (SME)
5.  Mapeamento das bibliotecas e ações na cidade


6.  Fóruns Setoriais do Livro, da Leitura e da Literatura (SMC)
7.  Pré-conferências Setoriais do Livro, da leitura e da Literatura (SMC)
8.  1º Fórum de Políticas de Leitura (PROLER Joinville)
9.  Encontros Regionais do PROLER Joinville: 1997 – atual (Comitê PROLER/SESC/UNIVILLE/FBN)


Palestras
Oficinas/Minicursos
1997                      
200
200
1998
200
200
1999
250
140
2000
  150
150
2001
300
148
2002
158
158
2003
250
110
2004
300
130
2005
250
160
2006
1785
252
2007
400
400
2008
920
214
2009
450
265
2010
328
162
2011
270
216
2012
722
205

10.  Saraus na Biblioteca Pública Municipal Prefeito Rolf Colin
11.  Total de encontros da ação: 14 - Total de público: 687  (SME)
12.  Projeto Garrafa de Leitura - O trabalho consiste em apresentar ao um grupo visitante uma garrafa com um livro de autores de Joinville. Após um período, o grupo e a garrafa retornam com alguma produção realizada a partir da leitura conversam com o escritor da obra.
13.  Total de encontros da ação: 07 - Total de público: 217 (SME)
14.  Oficinas para formação de mediadores de leitura (SESC/PROLER/SIMDEC)
15.  Programa Matur(a)idade (UNIVILLE)
16.  Projeto Salve o Cinema: 1999 – atual (PROLER UNIVILLE)
17.  Projeto Histórias de Domingo: 1998 – atual (PROLER/Hospital Municipal São José/Hospital Regional Hans Dieter Schmidt/Maternidade Darcy Vargas/Hospital Dona Helena/ Hospital Materno Infantil Doutor Jeser Amarante Faria): média de público atingido: 300/ano
18.  Projeto de Contação de histórias no Centro Hospitalar UNIMED: 2005 - atual (PROLER/UNIMED Joinville): média de público atingido: 350/ano
19.  Biblioteca itinerante (EMBRACO)
20.  Ônibus da Leitura – Ônibus adaptado no qual atuam professores contadores de histórias, que circulam pela cidade com objetivo de estimular o hábito leitor. A prioridade no atendimento são as unidades escolares no meio rural atualmente há dois ônibus de leitura.  (SME)
21.  Confraria do Escritor - Movimento de escritores joinvilenses ou residentes em Joinville, para que reconheçam seus pares, firmem propostas voltadas à literatura da cidade e promovam o diálogo constante com o público leitor – mensalmente. A primeira reunião será no dia 09 de abril, paralela à Feira do Livro de Joinville.
22.  Total de encontros da ação: 06
23.  Total de público: 58 (SMC)
24.  Palavra de Escritor - Encontro do leitor com o escritor.
25.  Total de encontros da ação: 06
26.  Total de público: 230
27.  (SME/Confraria dos Escritores)
28.  Projeto Fornada Literária – pacotes de pão com poemas (PROLER/M.Bom)
29.  Seminário Jardim Poético – Momento ao qual a Biblioteca Municipal se prepara para discutir o cotidiano e a produção poética. O foco principal é sensibilizar os coordenadores e gestores escolares para um olhar poético ao processo formal de educação. O período de realização é em novembro.
30.  Total de encontros da ação: 03
31.  Total de público: 203
32.  Projeto Livro de Parede (E.E.B. Professor João Martins Veras)
33.  Festival de Contação de Histórias (E.E.B. Professor Augusto Gonzaga)
34.  Sacola viajante de leitura (E.E.B. Professor Augusto Gonzaga)
35.  Projeto UNIVILLE na Comunidade (UNIVILLE)
36.  Abril Mundo (PROLIJ)
37.  Maratona de Contos (SESC/ PROLER Joinville)
38.  Soltos na Cidade - Oferecer à comunidade joinvilense acesso aos livros que possam promover conhecimento, cultura e lazer.
39.  Total de livros soltos: 400 (SME)
40.  Leitura nos Ancionatos – Manifestação que é realizada nos espaços nos quais há pessoas que muitas vezes têm dificuldades com a locomoção, ou ainda tiveram poucas experiências leitoras. Este momento é intenso, as discussões são profundas e recheadas de muitos ensinamentos.
41.  Total de encontros da ação: 76
42.  Total de público: 32
43.  Lançamentos de livros de autores locais (Confraria dos Escritores)
44.  Concurso Literário de Letras – Facebook (Letras/UNIVILLE)
45.  Arca das Letras - O Programa Arca das Letras consiste em uma biblioteca inicial de 200 documentos bibliográficos, que tem como objetivo incentivar e facilitar o acesso à leitura no meio rural, em assentamentos da reforma agrária, em comunidades de agricultura familiar, de remanescentes de quilombolas, indígenas, ribeirinhas e colônia de pescadores. As bibliotecas rurais podem ser instaladas em casas de agentes voluntários ou em sedes de uso coletivo. Em Joinville há 33 Arcas das Letras, instaladas nas comunidades: Morro do Amaral, Estrada Caminho Curto, Estrada do Pico, Estrada Rio da Prata, Estrada D´Oeste, Estrada Morros/Piraí, Estrada Blumenau, Salto I, Salto II, Quiriri, Vila Nova e Pirabeiraba.
46.  Projeto Livro Livre
47.  Concurso Fornada Literária (2012)
48.  Edições em braile e livros digitais
49.  Disponibilização de um espaço na Biblioteca Pública Municipal para acesso aos livros em Braille e para baixa visão
50.  Capacitações permanentes de contadores de histórias, educadores e mediadores de leitura
51.  Parceria pesquisa - Leitura em meio eletrônico – Projeto de pesquisa Autores, Obras e Acervos Literários Catarinenses em Meio Digital coordenado pelo Prof. Dr. Alckmar Luiz dos Santos (UFSC/UNIVILLE/UDESC/Universidad Complutense de Madrid)
52.  Pontos de leitura
53.  Divulgação da Feira do Livro de Joinville na tevê, rádios e jornais
54.  Ação do Grupo RBS “A educação precisa de respostas” – Vivências de leitura PROLER Joinville
55.  Jornal A Notícia – Caderno NA Escola
56.  Legislação: Conselho Municipal de Política Cultural de Joinville (CMPC) – reformulado pela Lei no 6.705, de 11/6/2010, em substituição ao antigo Conselho Municipal de Cultura, criado pela Lei nº 951, de 26/08/1968, Sistema Municipal de Desenvolvimento pela Cultura (SIMDEC) - LEI Nº 5.372, de 16 de dezembro de 2005, Sistema Municipal de Cultura (SMC) - LEI Nº 6.705, de 11 de junho de 2010, Plano Municipal de Cultura (PMC) - LEI Nº 7258, de 05 de julho de 2012, Seminário de Práticas Leitoras e Seminário de Pesquisa em Linguagem, Leitura e Cultura – PROLER Joinville (2010, 2011 e 2012), Encontros do PROLER Joinville (1995 a 2012) Conferência Municipal de Cultura (2007, 2009 e 2011), 1º Fórum de Políticas de Leitura PROLER (2009), Pré-conferências Setoriais do Livro e da Leitura (2009 e 2011) e Fórum Setorial do Livro e da Leitura (2011).
57.  Dia Literário – Data que a Biblioteca Municipal promove para fomentar e valorizar os trabalhos realizados nos espaços escolares. O objetivo é mostrar o quê, como e porque ler literatura. Datas de realização: 07 de abril, e 05 de outubro. Total de encontros da ação: 04 Total de público: 1123 (aproximadamente)
58.  Participação da pesquisadora Sueli de Souza Cagneti em congressos internacionais de leitura: Cuba - 1999, Lectura’ 99 para leer el XXI; Colômbia – 2000, Congresso Mundial da IBBY; México – 2009, Enkidu Summer Conference; Ilha da Madeira – 2005, Congresso Internacional: a leitura e as artes em torno da criança; Itália/Toscana – 2006, Corso Estivo: Carlo Collodi l’ottocento e La litteratura per l’infanza; China/Macau – 2006, 30th IBBY; Índia/Nova Delhi – 2007, International on story; Irã/Sheraz – 2007, 11th Story Telling Festival; Itália/Luca – 2009, 2º Congresso Internazionale Sull’umorismo in prospectiva interculturale; Portugal/Chaves – 2010, Congresso Internacional de Literatura Infantil. 
59.  Projetos aprovados pelo SIMDEC na modalidade Livro e Leitura[5] (Fundo Municipal de Incentivo à Cultura – FMIC e Mecenato Municipal de Incentivo à Cultura – MMIC)
           

FMIC
MMIC
2005
3
-
2006
5
2
2007
6
1
2008
8
4
2009
8
2
2010
9
1
2011
5
3
2012
8
6


62. Joinville Cidade dos Livros - O Programa teve início em 2009 e objetiva manter e desenvolver a convivência com a cultura e a memória de nossa cidade, através do livro, incentivando o hábito crítico da leitura. Neste sentido, durante o desenvolvimento do programa Joinville Cidade dos Livros o principal foco é tornar nossa cidade referência na democratização do livro, da cultura, da educação, na disponibilização da informação e no fomento das manifestações culturais.
63. Biblioteca Pública Pref. Rolf Colin
64. Biblioteca Pública Prof. Gustavo Ohde
65. Bibliotecas Escolares - O objetivo principal das Bibliotecas Escolares é de encantar os alunos ao ato de ler. Além disso, o acervo das Bibliotecas Escolares está disponível também à comunidade geral, basta verificar os horários e os agendamentos.
66. Mediadores de Leitura das Bibliotecas Escolares - Os Mediadores de Leitura que atuam nas Bibliotecas Escolares vem participando desde 2009 de uma série de encontros para aperfeiçoamento da arte de atuar nas Bibliotecas das Escolas. No total foram 06 cursos (3 encontros do PROLER, 1 Min. Da Cultura, 01 Abril Mundo, e 01 A Notícia ), e mais os encontros de estudo dirigidos e organizado pela Biblioteca Pública.
Total de Mediadores de Leitura: 63
67. Contação de História – Atividade realizada quinzenalmente aos sábados, e através de agendamento durante a semana. O principal objetivo da contação de história é de encantar e de dialogar com a arte literária.
Total de encontros da ação: 103
Total de público: 1.645
68. Assessoria Técnica e Criativa às Bibliotecas em Geral[6] – Atividade que consiste em colaborar na elaboração, na gestão de bibliotecas, em sugestões de acervo, na construção de documentos normativos, entre outras formalidades para abertura de bibliotecas.
69. Mostras de Contações de Histórias – Evento planejado para que instituições que promovem contações de histórias de forma criativa e criteriosa possam mostrar seus trabalhos no espaço da Biblioteca Municipal. Data de realização: 11 de julho, 20 de agosto e 26 de novembro.
Total de encontros da ação: 13
Total de público: 643
70. Ledor voluntário – Voluntários fazem leitura presencial ou gravada de materiais em geral para deficientes visuais.
Total de público beneficiado: 15
71. Entrada da Leitura – Ação que permite a democratização do livro de forma prática. Todo acervo que a Biblioteca Municipal recebe é avaliado. Dependendo da análise este poderá ir para a Entrada da Leitura, através do qual o utilizador de biblioteca poderá levar para si até dois exemplares por dia do acervo disposto na estante reservada ao serviço.
Total de documentos doados ao público: 1344
72. Degustação Literária – Manuseio de livros diversos, expostos em bancada atraente por temas de interesse. Nesse sentido, sua disposição estará estruturada de tal maneira, que o interessado encontre de uma forma prática e rápida, a informação de que procura,degustando o alimento do saber.
Total de degustação: 04
73. Fala de Leitor - Movimento de leitores joinvilenses ou residentes na região, objetivando o intercâmbio de experiências individuais ledoras, as potencialidades socioliterárias dos envolvidos com a iniciativa e a formação continuada.
Total de encontros: 04
74. Oficina Literária – Encontro de grupos ledores para vivências com o livro, a leitura e a literatura, envolvendo corpo docente/discente, mediadores de leitura, utilizadores de biblioteca e demais interessados na prática socioliterária.
Total de encontros: 17
75. Curso de Formação continuada de leitores e mediadores de leitura
Promoção de acesso à leitura – 40 horas (Programa Institucional de Incentivo à Leitura/UNIVILLE)
76. Ações do Programa Institucional de Incentivo à Leitura (UNIVILLE) em UNIVILLE na Comunidade: 1997 – atual. Média de público atingido: 1000/ano


ANEXO 1

RELAÇÃO DAS INSTITUIÇÕES / BIBLIOTECAS COMUNITÁRIAS

INSTITUIÇÃO
RESPONSÁVEL
Posto Policial do Floresta
Sargento Abreu
CRAS
Clodoaldo Fávero
UDESC/CCT-Joinville
Tânia Barroso
Clube de Aventureiros
Thais H. Conceição
Abrigo Infantojuvenil
Marileide M. R. Silva
Assoc. Morad. Baln. Cambijú
Ivone Jock Granado
CEI Vovó Justina (Araquari)
Roseli
Igreja – Pq. Joinville
Ivanice
Escola de Reforço/Vila Nova
Sonia
CRAS – J. Paraíso
Lisielen (Coordenadora)
Clube de Leitura
Maria de Lourdes
Casa Brasil / Norte (Fundamas)
Deise
Comunidade Terapêutica Rosa de Sarom Unid. 2
Hilda Vitório
Assoc. Mor. Jardim Francine
Vanessa (Gab. Ver. João Rinaldi
Studio Escola de Atores
Fernanda (Teatro)
C&A Modas LTDA
Karen Mello Verli
CEI Paraíso da Criança
Daniela/Vivian
Biblioteca Comunitária Moradores do Prédio Arnaldo M. Douat
Amélia
Assoc. Inst. Moriá
Liliane
Assoc. Morad. Do Jardim Francine
Denizia Marcelino Severino
Comunidade Terapêutica Rosa de Sarom Unid. 1


Marília Barata Kruger
Centro Espírita Pai Malaquias
Rosângela Aparecida de Melo
Biblioteca Comunitária (Em andamento)
Dorival
Escola Senhorinha Soares
Emerson / Pres. APP
Sec. De Saúde - Unid. Sanitária
Tânia Crescencio
Diocese Joinville
Padre Nivaldo
Dom Pio de Freitas
Iria


ANEXO 2

2005
Fundo Municipal de Incentivo à Cultura
Projeto: Diários: Espaço de Presença e Ausência de Harry Laus. Edição Crítico-Genética 
Proponente: Taiza Mara Rauem Moraes
Projeto: Timoneiro da Escuridão 
Proponente: Marcelino Costa
Projeto: Quatro Anos, Quatro Destinos 
Proponente: Wilson Gelbcke

2006
Fundo Municipal de Incentivo à Cultura
Livro de Ficção
Projeto: Poesia e Prosa de Elly Herkenhoff 
Proponente: Regina Colin Lemos
Projeto: Cordames e Cordoalhas 
Proponente: Marcelino Costa
Projeto: Cânticos de Eva 
Proponente: Marinaldo Silva
Projeto: Bricolages para Geladeira 
Proponente: Maria Clotilde Anreotti Zingalli
Livro Não Ficção
Projeto: Parque Municipal Morro do Finder 
Proponente: Samir Alexandre Rocha
Mecenato Municipal de Incentivo à Cultura
Literatura
Projeto: Revista Cultural 
Proponente: João Batista da Silva
 
Projeto: Reedição do Livro História de Joinville de Carlos Ficker 
Proponente: Joel Gehlen

2007
Fundo Municipal de Incentivo à Cultura
Edição de livros/literatura de ficção
Projeto: Aço e Nada
Proponente: Rubens da Cunha
Projeto: Oco Hálito (um agridoce de sabores estampado no céu da boca)
Proponente: Maria Clotilde Andreotti Zingale
Projeto: Ensaios para o 5º Ato
Proponente: Cristiano Nagel
Projeto: Fritz: Um Sapo nas Terras do Príncipe
Proponente: Jurandy de Arruda Neto

Edição de livros/literatura de não ficção
Projeto: A Arte Como Propulsora da Integração:Escola e Comunidade
Proponente: Eliana Stamm
Projeto: Do Registro Diário à Criação Ficcional de Lima Barreto
Proponente: Marcos Vinícios Scheffel
Mecenato Municipal de Incentivo à Cultura
Projeto: O Hipopótamo Salvador 
Proponente: Jorge Morgado Monteiro Amador

2008
Fundo Municipal de Incentivo à Cultura
Edição de livros – literatura de ficção
Projeto: Vertebrais 
Proponente: Rubens da Cunha
Projeto: 40 possíveis maneiras de se descascar uma mulher
Proponente: Maria Clotilde Zingali
Projeto: Cardume de Nuvens
Proponente: Carlos Augusto Coelho de Oliveira
Projeto: Publicação de textos teatrais
Proponente: Hélio Muniz
Projeto: Publicação do texto teatral censurado em 1968 “Os Palhaços” de Miraci Dereti
Proponente: Cristóvão Petry
Projeto: Dois em Um
Proponente
: Eduardo Baumann Quintal
Edição de livros – literatura de não ficção
Projeto: A Cidade Onde se Trabalha
Proponente: Giane Maria de Souza
Projeto: “Tempos de Joinville”
Proponente: Eneida Raquel de S. Thiago
Mecenato Municipal de Incentivo à Cultura
Projeto: Meu Vizinho é um Escritor...
Proponente: Marcos Vinícius Scheffel
Projeto: Antologia Poética
Proponente: Joel Gehlen
Projeto: Deus não tem Vice
Proponente: Marisia Dereti
Projeto: Tempos de Joinville
Proponente: Raquel S’Thiago
2009
Fundo Municipal de Incentivo à Cultura
Livro de Ficção

Projeto: Alea Jacta Est – Novos Autores
Proponente: Rubens da Cunha

Projeto: O Início do Assoprado
Proponente: Rodrigo Domingos


Projeto: Ração para Cobras
Proponente: Rodrigo Schwartz 
Telefone: 30271320 / 9943 4923 – 
rodrigoschwartz@gmail.com 

Projeto: Memória e Fantasias de um sobrevivente do Joelma
Proponente: Osório Gonçalves da Silva
Projeto: Poesias para Crianças Quando Ficarem Adultas
Proponente: Marinaldo da Silva 

Projeto: A Última Aliança
Proponente: Emília Mobini Kesheh

Livro de não-ficção
Projeto: Alô, Alô Joinville! Está no Ar a Rádio Difusora! A radiodifusão em Joinville (1941 -1961)
Proponente: Izani Pibernat Mustafá

Projeto: Memórias sobre Namoros em Joinville na Década de 1950
Proponente: Jeisa Rech Casagrande

Mecenato Municipal de Incentivo à Cultura
oamordesempre.com (porque a vida é blasé)
Proponente: Daiane Dordete Steckert  

Joinville – 150 Anos – Os Pioneiros – Documento e História (reedição)
Proponente: Eneida Raquel de S. Thiago

2010
Fundo Municipal de Incentivo à Cultura (Valor total da área: R$ 70.665,62)
Modalidade: LIVRO E LEITURA
Submodalidade: Difusão

Programete Língua Viva
Talita Jordina Rodrigues

Submodalidade: Ficção até R$8.000,00

Prêmio Joinville de Expressão Literária -
Coletânea 2008-2009
Ana Izabel Magno Ribas Diefenthaeler
Persona
Melanie Theresia Peter

mesmos nós 
João Batista da Silva

Submodalidade:

Crônica de Gatos 
Regina Célia Marcis
Submodalidade:

Ensino de História e Novas Tecnologias
Educacionais
Fernando Cesar Sossai

"Sou o pai e Sou a mãe": Mulheres chefes
de Família em Joinville/SC (1980-2009)
Sara Simas

Glória e Fracasso: A História de uma paixão 
Alexandre Perger

Submodalidade: Não Ficção até R$12.000,00

"Teatro de Grupo: Trajetórias e Relações -
Impressões de uma Visitante"
Samantha Agustin Cohen
Mecenato Municipal de Incentivo à Cultura (Valor total da área: R$ 13.500,00)
Smoked Love: Estudos Sobre Performance e Dramaturgia do Ator Contemporâneo
Samira Sinara Souza

2011
Fundo Municipal de Incentivo à Cultura (Valor total da área: R$ 46.532,30)
Livro e leitura/Ficção

Tan Gran e Xai Xia
Jorge Luiz Hoffmann

Um Pulo Bem Grande
Nuno de Lima Netto Jr.

Livro e leitura/Não ficção

Salve o Cinema 2: Leitura da Linguagem Cinematográfica
Fundação Educacional da Fundação de Joinville - FURJ - Univille. Dirigente: Paulo Ivo Koehntopp

Livro dos Livros: resenhas do PROLIJ
Sonia Regina Reis Pegoretti

"Se essas paredes falassem..."
Maria Cristina Dias dos Reis Lima

Mecenato Municipal de Incentivo à Cultura (Valor total da área: R$ 39.969,00)
Relato do Sol - Vanessa Bencz 
 
São Francisco do Sul: Memória e História-anotações de Manoel Deodoro de Carvalho 
Eneida Raquel de S.Thiago 
 
Acorde Literário 
Fernanda Lange 

2012
Fundo Municipal de Incentivo à Cultura (Valor total da área: R$ 77.956,00)
Modalidade: Livro e Leitura – Ficção
O catador de memórias    
Proponente: Alberto da Silva Ferreira Filho     

Memórias de uma jornalista distraída   
Proponente: Vanessa Bencz      

Fritz – um sapo nas terras do príncipe  
Proponente: Jurandy de Arruda Neto   

Chuva sobre Sarajevo      
Proponente: Wilka Seto-Gehlen 

Causos de minha cidade 
Proponente: Wilson Gelbcke      
Os estranhos          
Proponente: Jaqueline de Mello

Modalidade: Livro e Leitura – Não Ficção

O Amor e o Divã     
Proponente: Centro de Estudos do Campo Lacaniano de Joinville – CECJL     

A narrativa visual na literatura infantil brasileira – histórico e leituras analíticas
Proponente: Sonia Regina Reis Pegoretti       

Mecenato Municipal de Incentivo à Cultura (Valor total da área: R$ 77.987,50)

- Livro dos livros do PROLIJ - V.2 - Literatura Africana e Afro-Brasileira - Sonia Regina Reis Pegoretti - 14.937,50
- Aquele que conta a história - Claudionei Fernandes - 13.000,00
- São Francisco do Sul - História e Memória: Anotações de Manoel Deodoro de Carvalho - Eneida Raquel de S. Thiago - 12.000,00
- Lutar Sempre, Desistir Jamais - a incrível história de José Gomes Santana em 30 anos de Hemodiálise em Joinville - Evanira Maçaneiro - 15.000,00
- Farda de Passeio - Carlos Augusto Coelho de Oliveira - 15.000,00
- O mundo mágico das cores - Maria Bernadete de Oliveira Mattos - 8.050,00

Projeto aprovado na categoria Audiovisual relacionado à literatura

- Rascunhos na cidade - Jurandy de Arruda Neto (Jura Arruda) - 40.000,00



[1] Disponível em <http://www.joinvillecultural.sc.gov.br> Acesso 24 de outubro de 2012.
[2] Retratos da Leitura no Brasil 3. Org. Zoara Failla. Introdução. “No sul e sudeste ouve uma redução importante na população de 05 a 17 anos, o que reduz o número de estudantes entrevistados.Sabemos que eles lêem mais do que a população fora da escola [...] No sul entre 1.68 livro lido, 0.94 foi por iniciativa própria.” São Paulo: Instituto Pró-Livro/Imprensa oficial. 2012, p. 31-32.
[3] Retratos da Leitura no Brasil 3. Org. Zoara Failla. São Paulo: Instituto Pró-Livro/Imprensa oficial. 2012.
[4] Plano Municipal de Cultura de Joinville – PMC,  Subseção II – Diretriz e ações prioritárias do setor de literatura, livro e leitura, PMC/Jlle 48.
[5] Lista de projetos em anexo.
[6] Lista de bibliotecas comunitárias no Anexo 1.